Sobre morar fora do Brasil, longe da família!

7 outubro, 2015
por:

Estivemos de férias no Brasil… Que delicia que é rever todo mundo. Familiares e amigos fazem muita falta na nossa vida diária.

Porém, quanto mais tempo se mora longe, menos similaridades se divide. Lógico, o Brasil vai ser sempre minha terra natal, onde eu cresci e onde aprendi a ser eu mesma, onde vivi meus primeiros desafios, mas a passagem do tempo vai apagando referências comuns que teríamos se ainda vivêssemos ai.

E acaba ficando uma coisa meio estranha, acabamos virando meio estrangeiros no nosso País.

Engraçado é quando alguém comenta sobre uma novela, um comercial, coisas que aconteceram e a minha cara fica assim “?” e ninguém me entende.

Engraçado também como a gente perde algumas piadas óbvias e às vezes até meio deslocado fica, sem querer e sem saber.

Minha filha ainda é pequena para sentir esse impacto na vida dela. Por enquanto o impacto maior é o da saudade, da relação de afeto que fica diminuída com bisavós, avós, primos e tios.

E a gente tenta ao máximo mitigar esse problema com viagens constantes, skypes intermináveis, a constante lembrança de momentos juntos e a oração no fim do dia pedindo proteção para toda a nossa querida família.

Não e fácil viver longe. São muitas vantagens mas também são muitas desvantagens e dependendo do lado que pesa mais sua decisão de ir e vir muda. Cada um sabe o que e importante para si e no caso da minha pequena ainda tomamos as decisões para ela.

Um dia eu espero que ela tenha clareza e forca suficiente para decidir o que quiser e o que for melhor para ela. Acredito que disto tudo essa e a melhor lição que nos como pais podemos ensiná-la agora.

Beijos saudosos…

longe_familia-Mae_tipo_eu

Comente no Facebook

Comente no blog

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados com esta matéria