Entrevista: Mãe Tipo Eu, Francielle Chaves Brandenburg

24 março, 2015
por:
Conheci a entrevistada de hoje em um grupo de mães no Facebook. Ainda não nos conhecemos pessoalmente, mas já trocamos muita figurinha e a Fran tem muita dica legal para passar!
Entrevista_Francielle_Chaves-Mae_tipo_eu 5

Fran e sua lindinha no quarto rosa

Idade e profissão: 34 anos, empresária.
Mãe da Luísa, 7 meses.
Como foi a escolha do nome? Desde a época de namoro, meu marido e eu falávamos que teríamos uma filha chamada Julia ou Luisa. Queríamos um nome curto e de fácil escrita. Quando descobri a gravidez e também que era menina, pensamos em outras opções, mas a dúvida ficou ainda entre Luiza e Luísa. Escolhemos Luísa com s e acento por ser a correta escrita de Luisa para o nosso português.
Quem foi a primeira pessoa que você contou que estava grávida? Fez alguma surpresa? Foi para meu marido Diego. Estávamos passando um feriadão em São Paulo e achei que pudesse estar grávida, mas ele me pediu para esperar mais alguns dias antes de fazer o teste, pois tínhamos apenas dois dias de atraso na menstruação. Quando voltamos para Porto Alegre comprei o exame de farmácia e no outro dia pela manhã acordei e a primeira coisa que fiz foi o teste. Quando ele acordou, fomos tomar café e mostrei o exame. Ele nem acreditou!!! Ficou branco!!! Muito feliz!!!
Que cuidados que você teve durante a gravidez? Usei o creme hidratante e o de estrias da Musteladrenagem linfática 2 vezes por semana, caminhada todos os dias e exercícios com a minha personal trainer 3 X por semana.
Barrigona linda esperando a Luísa

Barrigona linda esperando a Luísa

Que produto que você utilizou na gravidez e recomenda? Os cremes da Mustela que além do cheirinho maravilhoso me deixaram hidratada e sem nenhuma estria, e também o creme para os seios da Cocoa Butter.

Onde você fez o enxoval? Como se preparou? Que item você considerou indispensável e qual se arrependeu de ter comprado? Alguma dica importante? Fiz em Orlando, pesquisei listas com amigas e na internet. Mas acabei contratando uma personal shopper para me auxiliar nas compras. Como queríamos aproveitar a viagem para descansar também, achei que valeu a pena pois, em 2 dias compramos tudo o que precisávamos. Indispensável é a babá eletrônica e a bombinha de tirar leite da Medela. Eu realmente usei tudo que comprei, com exceção do sling. Acho que temos que ter pelo menos 6 bodies brancos de manga comprida e curta para todos os tamanhos, eu acabei trocando alguns por coloridos e depois senti falta, pois são os mais fáceis de combinar com qualquer roupa.
Qual o modelo de carrinho que você comprou? Estás Satisfeita? 
Compramos o Bugaboo Cameleon, ele é grande mas foi muito útil por ter um moisés maravilhoso. E além de ser lindo, é leve e super confortável para o bebê. Não me arrependo nem um pouco, mesmo ele sendo um carrinho grande. Acabamos de voltar de férias em Miami e fizemos o enxoval de 2 anos da Luísa. Por indicação do Blog, compramos o YoYo, um carrinho muito leve e prático que pode ser levado como bagagem de mão no avião. Como nossas famílias moram em outro Estado, viajamos muito e já está sendo muito prático.
Carrinho _Yoyo-Mae_tipo_eu-2
Quais os cuidados que você teve durante o período de amamentaçãoTomei muito suco, chá, água e mantive uma alimentação saudável. Usei Citicinon Spray Nadal nas primeiras semanas e tomei Equilid, um remédio que aumenta a produção de leite. (sempre consulte seu médico).
Como foi o período pós- parto? O que achou mais complicado? Não achei nada tão complicado. Fiquei um pouco preocupada pois a Luísa demorou a recuperar o peso perdido após nascimento. E também pela flacidez da minha barriga….
Como foi a montagem do quarto? Você teve alguma ajuda? Como é a decoração? Usou algum tema? A montagem do quarto foi uma delícia. Contratei um arquiteta, pensamos em cada detalhe e não usamos nenhum tema. O quarto ficou bem lindo nos tons de branco, bege e rosa, com tecidos estampados. O que eu mais amo (e a Luísa também) é o teto com luzes em LED.
Entrevista_Francielle_Chaves-Mae_tipo_eu 6

Detalhe do quartinho

O que você achou mais fácil e mais difícil do que imaginava? Acho que a amamentação foi muito fácil e muito tranquilo porque não tive problemas com o bico dos seios, e a Luisa pegou super bem desde o início. Acho que o mais difícil foi ter que trabalhar logo nos primeiros dias, mesmo em casa, me sentia culpada e só tinha vontade de ficar com ela.

Como você é no papel de mãe? Age como imaginava? Muita coisa mudou? Eu sou o mais dedicada possível. Como trabalho muito, sofro pelo fato de deixá-la em casa com a babá. Estou sempre procurando melhorar o dia a dia da Luisa, dar o máximo de atenção quando estamos juntas, estou sempre procurando novidades e o que há de melhor para ela. Acho que o mais importante é não viver em função da criança mas sim inclui-la na nossa rotina, com isso não deixamos de fazer o que gostamos e ela vai se acostumando a tudo.
Como é o seu marido como pai? Ele ajuda nos cuidados com o bebê? Nossa!! Meu marido é maravilhoso!!! Ele ajuda em tudo tudo mesmo! Ama ser pai, é super dedicado e atencioso, mesmo tendo pouco tempo.
Entrevista_Francielle_Chaves-Mae_tipo_eu
Quanto tempo você ficou de licença maternidade e como foi a volta ao trabalho? Essa foi uma das partes mais difíceis para mim. Quando se tem o próprio negócio, não existe licença. Fiquei em casa os dois primeiros meses, mas estava sempre tendo que resolver situações de trabalho.
Sentiu que deveria ter aproveitado mais algum momento? Algum momento marcante? Desde o inicio tive o suporte de babá, empregada e da minha mãe que ficou comigo no primeiro mês. Acho que como tudo deu muito certo, amamentação, o sono da Luisa, eu senti falta de ficar sozinha com ela, só nos duas durante os primeiros meses. Passa muito rápido!
Você costuma buscar dicas e informações na internet? Do que sente falta? O tempo todo!!! Mas eu tenho um pediatra em casa para me dar a real do que realmente é importante ou não.
Descreva um dia de vocês: Acordo com a Luisa às 8h, troco ela, faço mamadeira e levo para minha cama. Lá ficamos juntinhas até às 9:30h. Tomo café enquanto a empregada ajuda a cuidar dela. A babá chega às 10h, eu desço para fazer meu exercício com a personal, depois vou trabalhar. Volto para casa às 19h, brinco com a Luísa, converso, dou atenção e carinho até umas 10:30h e a coloco para dormir.
O que fazem para se divertir? Como é o seu tempo com ela? Quais os programas que vocês mais gostam de fazer? Brincamos mais em casa, pois é mais confortável, ainda mais agora que ela está engatinhando. Passeamos com ela no carrinho e almoçamos fora nos finais de semana.
Como você gosta de vestir a Luísa? Qual o estilo? Quais lojas gostas? Eu gosto de rosa, hahaha. Ela está sempre linda combinando a roupinha com sapato e lacinho. Em casa fica mais básica e confortável com peças da Carter´s ou GAP. Para sair, Polo Ralph Lauren, Tommy e Janie and Jack. Procuro deixá-la bonita mas sempre mais casual e confortável.
Pequena Luísa linda em seu batizado

Pequena Luísa linda em seu batizado

Comemorações. Já fizeram? Pretendem fazer? Algum Tema? Fizemos o batizado em Dezembro. Ficou lindo com decoração provençal em tons de bege. A próxima festa será o aniversário de um aninho. Estou estudando ainda as possibilidades, não decidi.
Entrevista_Francielle_Chaves-Mae_tipo_eu 3
Como imagina que será sua filha e que valores que você considera essenciais e quer passar a ela? Imagino ela doce, educada, inteligente, esperta! Quanto aos valores, vamos passar os mesmos que aprendemos com as nossas famílias.
Luísa já está na escolinha? Como foi a escolha da escola? Ainda não, pretendo colocar apenas com 3 anos.
Você vive o dilema da maioria das mulheres modernas: é mãe, esposa, dona de casa e profissional. Como consegue conciliar tudo isso? Não é fácil, estou ligada o tempo todo, minha cabeça não pára! Estou sempre correndo para dar conta de tudo e no final do dia estou exausta! Mas a melhor parte do dia é chegar em casa e pegar a minha filha no colo.
Pretende ter mais filhos? Sempre quis ter três filhos, mas neste momento quero apenas aproveitar a Luisa! Ainda não decidimos se teremos outros.
Com a sua experiência, que conselho você dá as futuras mamães? Como a minha experiência foi tranquila, acho que manter a calma e não se apavorar é a melhor coisa a se fazer em qualquer situação. Nada deve ser extremo. Tudo são fases e passa rápido, aproveitem o máximo de cada uma delas.
Fran, muito obrigada pela sua entrevista e parabéns pela mamãe dedicada que és!

Comente no Facebook

Comente no blog

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados com esta matéria