Dança Materna

29 dezembro, 2014
por:

Oi meninas!

Quando eu estava de licença maternidade, busquei algumas atividades que poderia fazer junto com o Samuka. Dentre elas, a que eu mais gostei, foi a Dança Materna. Esta aula foi idealizada pela Tatiana Tardioli, bailarina, coreógrafa, preparadora corporal, professora de dança e mãe de dois pitocos lindos!

mae_tipo_eu-2

Existem alguns lugares onde você pode praticar a atividade, inclusive em outros Estados além de São Paulo. Eu acabei conhecendo e fazendo dentro de um espaço para bebês no clube onde sou sócia.

Pontos super positivos da aula: Integração e troca de informação com outras mães, incluir o bebê em uma rotina social onde ele poderá iniciar suas primeiras amizades, podemos ter cuidados com o pós-parto, pois fazemos alongamentos e exercícios focados em determinadas partes do corpo, redução de peso, reeducação corporal (que refletirá positivamente no modo de carregar e amamentar o bebê), aumento do vínculo com nossos bebês com massagens, troca de olhares e apresentação brincadeiras, aumento de autoestima e energia, já que colocamos o bebê no sling e saímos dançando, brincando e nos divertindo. Fora a vivência especial de dançar em dupla (ou em trio, já que o pai é sempre bem vindo).

Para o bebê traz o conforto do balanço na dança, proximidade com a mãe e relaxamento num ambiente onde a amamentação é incentivada. Em todas as aulas, sempre tinha uma ou duas mamães parando um pouco o exercício para amamentar seu filhote e depois voltar à atividade. E na hora da dança com sling, o Samuka sempre dormia.

Samuka e seus colegas em uma aula

Samuka e seus colegas em uma aula

Consegui participar da dança por 3 meses, e foi um momento muito especial que pude vivenciar junto com o meu baby antes de voltar a trabalhar. Fico triste de não poder ter continuado, pois os horários não permitiram, mas para quem ainda tem esta flexibilidade, indico e assino embaixo!!!

Danca_Materna-Mae_tipo_Eu-1

Para quem quiser saber um pouquinho mais, segue o blog da Dança Materna

Comente no Facebook

Comente no blog

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados com esta matéria