Entrevista: Mãe Tipo Eu, Tanise Sirotsky Dvoskin Dutra

16 junho, 2015
por:

Mas que mãezona!!! Gente, a entrevistada de hoje é a Tanise Sirotsky Dvoskin Dutra. Ela também é gaúcha morando em São Paulo e mãe de três. Sim! de 3!!! A entrevista dela ficou simplesmente uma delícia de ler, cheia de toques especiais e dicas preciosas de quem tem muuuuita experiência para dividir!!! Divirtam-se!

Profissão e Idade: Jornalista, 38 anos.

Mãe da Sofia, 6 anos, da Catarina, 3 anos e do Mauricio, 1 ano e meio.

O lindo trio da Tanise

O lindo trio da Tanise

Como foram as escolhas dos nomes? Sofia meu marido escolheu após ver o filme Código da Vinci e gostar muito da personagem “Sophie”. Apesar de achar lindo o nome, preferi deixar em português mesmo, e com f e não ph. Sempre fui apaixonada pelo nome Catarina e só não botei na Sofia porque uma amiga tinha recém escolhido este nome para a filha da mesma idade. Eu sempre soube que se tivesse um filho homem o chamaria de Maurício em homenagem ao meu avô, que sempre foi meu ídolo.

Maurício ainda na maternidade

Maurício ainda na maternidade

Quem foi a primeira pessoa para quem você contou que estava grávida? Fez alguma surpresa? Sempre fiz os testes junto com o Rafael, meu marido. Então ele foi sempre o primeiro a saber além de mim.

Que cuidados que você teve durante a gravidez e recomenda? Na primeira gravidez fiz hidroginástica e ioga. Na segunda, apenas caminhada e na terceira, nada. Cremes eu passava muito, o dia todo, para evitar estrias. E funcionou! Por sugestão do meu obstetra, Renato Kalil, comprei na The Body Shop, nos EUA, um Shea Butter (manteiga de caritê) super grosso e com cheiro delicioso. Além disso, sempre passava óleo de amêndoas no banho e fazia drenagem linfática duas a três vezes por semana.

Shea Butter, The Body Shop

Shea Butter, The Body Shop

Onde você fez o enxoval? O que foi indispensável e o que se arrependeu de ter comprado? O enxoval da Sofia fiz em NY e os da Catarina e Maurício em Miami. Indispensável os bodies, pijamas e roupas básicas da Carter´s e Gap e as roupas lindinhas da Janie and Jack. Na Buy Buy Baby também comprei mamadeiras, chupetas, babá eletrônica e toda a parafernália. Me arrependi de ter comprado tanta roupa de recém-nascido, que eles quase não usam.

Qual o modelo de carrinho que você comprou? Ficou Satisfeita? Comprei o Bugaboo Cameleon e amei, mas é um trambolhão, então, vale só para os primeiros meses, onde o bebê fica super confortável e pode dormir nas sonecas durante o dia sem problemas. Com 6 meses comprei Maclaren e acho muito mais prático.

Como foi o período pós-parto e quais os cuidados que você teve durante a amamentação? Para mim, nunca foi difícil o pós-parto. Após minha primeira filha nascer, eu descobri que nasci para ser mãe. Então eu sempre fiz tudo com muito amor e dedicação e quase nunca reclamei de nada, nem das noites mal dormidas. Amamentar para mim foi sempre um prazer. Por sorte e por ajuda de uma super enfermeira que estava comigo desde o parto (quem quiser, super indico a Miriam Leal), nunca me doeu amamentar. É só ensinar os bebês a pegar bem o seio que não dói. Eu morro de saudade de amamentar, acho um momento mágico. Amamentei as duas meninas por 9 meses e o Maurício por 8.

Entrevista_Tanise_Sirotsky_Dvoskin-Mae_tipo_eu-14

Como foi a montagem dos quartos? Você teve alguma ajuda? A montagem dos quartos foi deliciosa. Fui a várias lojas antes de escolher tudo. Adoro pesquisar. E todos ficaram como eu imaginava. O da Sofia era todo rosa com ursinhos, o da Catarina com carneirinhos rosa, fiz até papel de parede personalizado para ela e ficou o máximo; e o do Maurício é todo azul clarinho, cheio de ursos, inclusive no lustre.

O que você achou mais fácil e mais difícil do que imaginava? Tudo eu achei mais fácil do que imaginava. As pessoas falam demais, que é tudo muito difícil e eu não acho mesmo. Todo mundo acha que eu sou corajosa por ter 3 filhos e me chamam de louca quando cogito o quarto filho. Mas para mim, a maternidade é um sonho, cuidar dos meus filhos é um prazer enorme, e mesmo com toda a correria do dia a dia, juro que não acho muito difícil criar e educar os 3.

Entrevista_Tanise_Sirotsky_Dvoskin-Mae_tipo_eu-13

Como você é no papel de mãe? Age como imaginava? Muita coisa mudou? Eu não imaginava que seria assim porque nunca fui louca por crianças como a minha mãe é, por exemplo. Minha mãe não pode ver uma criança chorando no avião, no restaurante, e já pega no colo para acalmá-la (e sempre consegue). Claro que sempre quis ser mãe, mas só depois que minha primeira filha nasceu que eu descobri essa minha vocação para a maternidade.

Como é o seu marido como pai? Meu marido é um excelente pai, mas não fica tanto tempo com as crianças porque trabalha o dia todo. Quando está em casa, brinca bastante e faz muita bagunça com o trio. Ele convida as crianças para dormir na nossa cama quase todos os dias.

Entrevista_Tanise_Sirotsky_Dvoskin-Mae_tipo_eu-10

 

Quanto tempo você ficou de licença maternidade e como foi a volta ao trabalho? Eu já não estava trabalhando fora quando minha primeira filha nasceu. Eu tinha um blog e escrevia uma coluna no jornal Zero Hora, de Porto Alegre. Ambos chamavam-se Nave Mãe. Então, foi bom pois eu continuei trabalhando de casa. Depois, lancei um livro também com o mesmo nome, Nave Mãe, e foi um sucesso! Vendeu toda a edição. Depois fui para a Revista Pais & Filhos, participei de algumas edições especiais (Pais & Filhos Moda, Casa, Anuário) e fiz um programa chamado Aqui em Casa é Assim na Pais & Filhos TV. Até agora, consegui conciliar trabalho com a rotina dos meus filhos, porque a prioridade ainda é deles. Há sete anos que estou ou grávida ou com filho pequeno em casa. O Maurício ainda tem um aninho!!

Sentiu que deveria ter aproveitado mais algum momento? Algum acontecimento marcante? Por eu estar sempre presente, não sinto que poderia ter aproveitado mais alguma coisa. Consigo viver todos os momentos com eles. Marcantes, os nascimentos, sempre. Mais ainda o do Maurício, acompanhado de pertinho pela Sofia e a Catarina. Muita emoção a primeira vez na cama da maternidade com meus 3 filhos.

Entrevista_Tanise_Sirotsky_Dvoskin-Mae_tipo_eu-8

O casal, com as 2 filhas no nascimento do Maurício

Você costuma buscar dicas e informações na internet? Do que sente falta? Já busquei mais dicas na internet. Hoje, consulto mais o meu pediatra, Dr. Cláudio Len, que eu amo, e as outras mães com filhos das mesmas idades. Com os grupos das escolas no Whatsapp fica fácil trocar informações, pois sempre alguma mãe já passou por alguma coisa que a gente está passando.

Descreva um dia de vocês: Acordo a Sofia às 7 hs, ajudo ela a se vestir, tomamos café e ela vai para a escola, que começa às 8. Na volta, faço ginástica em casa e de manhã, o Maurício e a Catarina brincam em casa. Duas vezes por semana fazem natação e alguns dias vamos ao clube. À tarde, os dois vão para a escola. Pego a Sofia às 15hs e ela faz Ballet duas vezes por semana e teatro uma. Às 17h30h todos se juntam em casa, jantam, tomam banho na minha banheira e ficamos vendo TV (Peppa, Backyardigans, Detetives do Prédio Azul), tomando chimarrão (todos gostam), brincando de pega-pega, esconde-esconde, até que Maurício dorme às 19h30h e as meninas às 20h30h.

O que fazem para se divertir? Quais os programas que vocês mais gostam de fazer? Nos finais de semana, adoramos andar de bicicleta, todos fazem fila para esperar pela sua vez. Vamos ao clube, ao teatro, e sempre que podemos viajamos. Sofia e Catarina amam fazer aula de equitação na Fazenda Boa Vista. Quando podemos, vamos para a praia também, eles amam entrar no mar e correr sem parar na areia. Também viajamos bastante para Porto Alegre, para visitar os avós e para o Rio de Janeiro, onde moram minha irmã e minha afilhada Maria Antonia.

Entrevista_Tanise_Sirotsky_Dvoskin-Mae_tipo_eu-9

Como você gosta de vestir seu filho? Quais suas lojas preferidas? Hoje em dia, só consigo escolher as roupas do Maurício, porque a Sofia e a Catarina já escolhem as roupas sozinhas. Então, o que faço é escolher o que entra no guarda-roupas de cada uma. Uma roupa que elas usam demais eu faço desaparecer sem que percebam. Aquelas que eu mais gosto, deixo mais à vista para elas escolherem. Não sou muito encanada com as roupas. Não me importo que elas usem uma calça que não combina com a blusa. Claro que em festas e eventos especiais eu escolho a roupa e não tem negociação. Mas se vão ficar em casa com amiguinhos ou ir ao shopping, não me importo se a roupa for vermelha e a tiara roxa. Em criança tudo fica gracioso. Aqui em SP amo a loja Silmara e nos EUA, minha preferida é a Janie and Jack.

Entrevista_Tanise_Sirotsky_Dvoskin-Mae_tipo_eu-5
Comemorações. Já fizeram? Algum Tema? Sempre comemorei todos os aniversários. Sofia 1 ano foi Backyardigans, 2 anos – Minnie, 3 anos – Princesas. O de 1 ano da Cata foi junto com 4 da Sofia, ambas são de dezembro, e foi de Princesas. 5 da Sofia, foi de Princesa Sofia. O de 3 da Cata foi do Frozen, 6 da Sofia de Monster High e o 1º aninho do Maurício de Galinha Pintadinha. Ufa!!!

Entrevista_Tanise_Sirotsky_Dvoskin-Mae_tipo_eu-3

Que valores você considera essenciais e quer passar aos seu filhos? Os valores que a gente está passando para eles são a humildade, o respeito aos outros, a generosidade. Nossos filhos, graças a Deus, têm tudo e já sabem que muita gente não tem. Então, as meninas sempre separam roupas que não usam mais, bonecas e brinquedos e adoram doar para quem precisa.

Seus filhos já estão na escolinha? Como foi a escolha? Escolhemos uma pré-escola bilíngue que a gente adora e se sente em casa porque além de ser pequena, estamos lá há muitos anos e conhecemos todo mundo. Sem falar que fica na rua da minha casa. Por sorte, agora que vamos nos mudar, as crianças foram aceitas em uma escola internacional que também fica muito perto da casa nova. Sempre soubemos que queríamos nossos filhos falando inglês desde pequenos. É muito fofo ver o Maurício com um ano contando até cinco em inglês, por exemplo. E também acreditamos em todos os benefícios do bilinguismo desde pequenos, quando ainda são “esponjinhas”.

Você vive o dilema da maioria das mulheres modernas: É mãe, esposa, dona de casa. Como consegue conciliar tudo isso? É muito difícil conciliar todos os papéis da mãe de hoje em dia. Por isso, acabei optando enquanto eles ainda são pequenos por priorizar estar com meus filhos. Sei que o tempo não volta e não me preocupei em interromper minha carreira por um bem muito maior. Tenho certeza que meus filhos são pessoas melhores por me ter por perto. Cada um sabe o que é melhor para si, mas por eu poder e querer acompanhar todas as etapas do desenvolvimento deles tão de perto, me sinto gratificada.

Entrevista_Tanise_Sirotsky_Dvoskin-Mae_tipo_eu-1

Pretende ter mais filhos? Não pretendo ter mais filhos. Acho 3 um número maravilhoso. Mas não é certo que fechamos a fábrica. Cada vez que vejo um bebezinho já fico morrendo de saudade dos meus pequenos. E eu não sou daquelas que preferem que o bebê nascesse com um ano. Eu amo aqueles bichinhos indefesos que depedem de nós para tudo. Agora que o Maurício já está um mocinho correndo para tudo o quanto é lado, quem sabe vem mais um por aí???

Revele alguma coisa que ninguém conta sobre a maternidade e dê um conselho às futuras mamães? Ninguém conta que quando o bebê sai da barriga, ela continua enorme como se ele ainda estivesse ali. Isso é um pavor à primeira vista. Muita gente diz que amamentar seca e isso nunca aconteceu comigo. Eu só emagreci tudo depois que parei de amamentar. Engordei 12 quilos na primeira gravidez, 14 na segunda e 16 na terceira. Hoje, voltei ao peso do meu casamento graças a muita força de vontade e malhação. Meu conselho a quem está grávida é que curta muito a barriga, não deixe de se alimentar bem porque faz toda a diferença para o bebê. Coma 3 frutas por dia. Mas um brigadeiro de vez em quando não faz mal! Eu também não bebi nenhuma gota de álcool nas gestações e acho que esse sacrifício vale a pena. Depois que o filho nasce não se desespere com os primeiros dias. Saiba que cada dia será mais fácil que o anterior. Todo mundo fala e é verdade: O tempo voa. Então, curta todos os momentos. Ser mãe é a melhor coisa do mundo!

Entrevista_Tanise_Sirotsky_Dvoskin-Mae_tipo_eu-2

Tanise, muito, muito obrigada pela entrevista e pelas lindas lições. Parabéns pela mãe que és!

Comente no Facebook

Comente no blog

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados com esta matéria