Entrevista: Mãe tipo eu, Lorena Magno Flores

7 abril, 2015
por:

Moms, a entrevistada de hoje é também minha “amiga virtual”. Nos conhecemos através do Instagram, pois, são poucos os que existem sobre mães de meninos. Trocamos bastante figurinhas sobre o nosso universo azul e a Lorena é uma fofa! Ela foi mãe bem nova e sem planejar, então, tem informações bem diferentes para nos passar. Espero que gostem!

Idade e Profissão: 24 anos, Advogada.

Mãe do João, 1 ano e 4 meses.

Como foi a escolha do nome? Foi particularmente muito difícil, pois o pai dele e eu tínhamos ideias muito diferentes. Ele queria algo que fugisse do comum e eu queria algo simples. Dentre muitos nomes estranhos e sem noção, ao final acordamos por João que, apesar de muito comum e simples, se tornava diferente já que não teria composto.

Quem foi a primeira pessoa para quem você contou que estava grávida? Fez alguma surpresa? Além do Tarcísio, pai do João, a minha madrinha. A minha gravidez passou longe de ser planejada, estava no último ano da faculdade de direito, e a surpresa foi maior para mim mesma. Mesmo namorando há 4 anos, não planejávamos ter um filho tão cedo.

Que cuidados que você teve durante a gestação? Acredito que tenha feito apenas o básico, uma vez que os meus dias estavam intensos, terminando a faculdade e estudando para fazer o Exame da OAB. Junto com a minha obstetra, fazia massagens no seio, para que a lactação fosse um pouco mais fácil e esfoliava a auréola com frequência. Usei óleo vegetal, parei de fazer depilação a lazer, por exigência da minha médica e mudei alguns produtos do rosto orientada por minha dermatologista. Não fiz exercícios por falta de tempo e paciência, mas sempre que podia caminhava ao invés de usar carro para me locomover. Sobre a alimentação, parei de tomar refrigerante, e evitei ao máximo que pude o chocolate. Tentava comer bem, mas sempre fui muito desregrada neste aspecto. Ao final da gravidez, usei a loção Mustela para estrias localizadas, e amei.

Creme Mustela para Estrias

Creme Mustela para Estrias

Onde você fez o enxoval? Como se preparou? Que item você considerou indispensável e qual se arrependeu de ter comprado? Alguma dica importante? Meu enxoval foi feito às pressas aos 7 meses de gestação. Antes disso, eu sempre pensava que estava cedo demais pra comprar tudo de uma vez, fora que, antes de saber o sexo do bebê, você acaba não comprando muita coisa mesmo. Quando comecei a procurar por tudo que eu queria, minha barriga já pesava o suficiente para me fazer cansar em meia hora dentro de uma loja ou shopping. Fiz o enxoval do João aqui em BH mesmo. Busquei lojas, feiras de gestantes e bebê, e feiras de artesanato. E o que já estava atrasado, ficou pior quando por volta dos 8 meses, comecei a perder liquido amniótico, em decorrência de um acidente de elevador (é, pra completar o elevador despencou quando eu estava dentro dele, não me machuquei, mas a bolsa rompeu de leve) e tive que ficar de repouso absoluto, tomando muita água e me mexendo pouco para não perder mais líquido pois, caso contrário, teria que fazer um parto prematuro. Isso fez com que parte do enxoval fosse feito pela internet. O item que considerei indispensável foram os paninhos de boca. Usei para tudo, para limpar a boquinha, para niná-lo, limpar a sujeira da amamentação, etc. O que me arrependi de ter comprado foi o canguru da Chicco. Quando o João era muito pequeno ficava com dó de colocá-lo e quando ele cresceu um pouco achava bem desconfortável, com 6 meses ele já não entrava no acessório, então foi algo que para mim não valeu a pena.
Dica: Comecem a fazer o enxoval o mais cedo possível, de preferência assim que descobrirem o sexo, nunca é cedo demais, rsrsrs.

Qual o modelo de carrinho que você comprou? Está Satisfeita? Comprei o carrinho 3 Rodas de Passeio Fox P52 Lenox Kiddo e fiquei satisfeita. Usei bastante e ele supriu minhas necessidades.

Entrevista-Mae_tipo-eu-1

Quais os cuidados que você teve durante o período de amamentação? Cuidei a alimentação, evitei refrigerantes e comidas gordurosas. Usei a pomada de hidratação Millar para evitar rachaduras e a concha de proteção.

Como foi o período pós- parto? O que achou mais complicado? Meu parto foi uma cesariana e, mesmo ouvindo de muita gente que o pós-parto seria complicado, eu achei bem tranquilo. Não senti dores mas tive dificuldades para me locomover por 15 dias. O que achei mais difícil foi o incômodo causado pelo sangramento do pós-parto, achei o período bem logo. Os primeiros 5 dias de amamentação foram também muito difíceis, pois sentia bastante dor.

Como foi a montagem do quarto? Você teve alguma ajuda? Como é a decoração? Usou algum tema? O quarto do João seria o mesmo que o meu, pois morávamos na casa dos meus pais. Optei por uma pintura na parede e cores delicadas, assim como seu seu enxoval. tive ajuda dos meus pais para organizá-lo, já que eu o teria em Belo Horizonte e morávamos em Almenara, interior de Minas Gerais.

Entrevista-Mae_tipo_eu

O que você achou mais fácil e mais difícil do que imaginava? Mais fácil foi a amamentação pois, não tive machucados e com 5 dias o João já mamava sem dificuldades e eu não sentia mais dor. Para mim, o mais difícil foram as noites mal dormidas. Senti muita dificuldade com o sono, pois ficava mau humorada e agitada. Nos primeiros dois meses, o máximo que consegui foram 3 horas seguidas. Mas depois de criar uma rotina noturna para o João, essas horas foram aumentado.

Como você é no papel de mãe? Age como imaginava? Muita coisa mudou? Sou muito paciente, o que não pensei que conseguiria. Me dôo exclusivamente para o João desde que ele nasceu e acho que isso me torna melhor como pessoa a cada dia, afinal, cuidar de um bebê/criança, é um exercício diário de paciência e de amor. Muita coisa mudou na minha vida desde a chegada do João. Hoje dedico meus dias a ele e estudo para concurso apenas no horário que ele esta na escolinha. Saio com muito menos frequência e desacelerei o meu ritmo de estudo.

Como é o seu marido como pai? Ele ajuda nos cuidados com o bebê? O Tarcísio, é um excelente pai e companheiro. Compartilhamos todas as dificuldades do dia-a-dia e ele me ajuda em tudo que é possivel, afinal, tem coisas que é só com a mãe mesmo. Ele participa da rotina do João e sempre se mostra preocupado quando algo não sai como planejamos.

Família Linda

Família Linda

Você tirou licença maternidade? Se sim, como foi a volta ao trabalho? Não cheguei a ficar de licença pois só fazia estágio em decorrência da faculdade. Depois que o João nasceu tive a oportunidade de me dedicar exclusivamente a ele até então. Mas logo começarei a trabalhar e não sei como será a experiencia de me afastar dele.

Sentiu que deveria ter aproveitado mais algum momento? Algum momento marcante?Hoje sinto muita falta da época em que ele era recém-nascido, o cheirinho e todo o jeitinho de um bebê recém chegado. A calma desses dias me fazem sentir saudades também. Acho que deveria ter aproveitado mais apesar do cansaço.

Entrevista-Mae_tipo_eu-6

Você costuma buscar dicas e informações na internet? Do que sente falta? Costumo me informar muito na internet mas leio poucos blogs pois poucos me prendem o interesse. Sinto falta, como mãe de menino, de mais dicas e produtos com relação ao nosso mundo azul. Sei que o mercado hoje é muito melhor do que há um tempo, porém, as informações ainda chegam com dificuldade, uma vez que os blogs de mães de meninas dominam o mundo da internet.

Descreva um dia de vocês: O João costuma acordar entre 5:30h e 6:30h, mama e sempre brincamos em casa ou na pracinha. Ele come uma fruta pela manhã e almoça ao meio dia. Vai para escolinha às 13:30h enquanto eu faço cursinho preparatório para concurso público. Busco o João às 17:30h, ele janta, brinca, assiste filme e às vezes vamos ao supermercado. No máximo às 20:30h ele toma banho para dormir. Toma uma mamadeira e cai no sono antes das 21h.

O que fazem para se divertir? Como é o seu tempo com o João? Quais os programas que vocês mais gostam de fazer? Sempre vamos à pracinha no meio de semana e nos finais de semana procuramos um parque ou vamos aos brinquedos do shopping.

Entrevista-Mae_tipo_eu-3

Como você gosta de vestir seu filho? Qual o estilo? Quais lojas gostas? Sempre gostei de vestir o João de acordo com a idade que ele tem. Me aproveitei muito das roupas de bebê que faziam ele ter cara de bebê. Poucas as vezes o visto como homenzinho, apesar de achar fofo. Adoro roupas coloridas e estampadas e esse é o estilo que mais o visto. A lojas que mais gosto são: Alphabeto, C&A, Renner e Zara. Por muito tempo amei a Carter’s, mas hoje acho poucas roupas do tamanho dele.

Comemorações. Já fizeram? Pretendem fazer? Algum Tema? Comemoramos todos os ‘mêsverários‘ com um bolinho e o aniversário de um aninho fizemos uma festa caseira do MICKEY.

Entrevista-Mae_tipo_eu-1 Entrevista-Mae_tipo_eu-2

Como imagina que será seu filho e que valores que você considera essenciais e quer passar a ele? Eu vejo o João como uma pessoa estruturada emocionalmente, isso é o que mais busco. Quero que ele tenha segurança na vida para tomar decisões e siga sempre o coração. Passo ainda valores como respeito e amor ao próximo, bem como aos animais.

O João já está na escolinha? Como foi a escolha da escola? Ele frequenta a escolinha desde os 9 meses. Na escolha levei em consideração a proximidade da minha casa e a indicação de pessoas que constassem dos métodos da escola.

Você vive o dilema da maioria das mulheres modernas: é mãe, esposa, dona de casa e estuda. Como consegue conciliar tudo isso? É bem difícil, mesmo não trabalhando fora, o meu dia é bem longo, não paro um segundo para dar conta de todas as necessidades do João. Faço por amor à minha família, e por isso dá certo.

Pretende ter mais filhos? Por agora não pois, tenho muito a organizar na minha vida. Mas sonho sim em dar um irmãozinho ao João no futuro.

Revele alguma coisa que ninguém conta sobre a maternidade: A maternidade é o famoso padecer no paraíso. Nunca vamos estar descansadas, mas o amor supera tudo. É muuuito dificil se dedicar integral a um filho. A gente perde a paciência, deseja sumir, volta, se arrepende de ter perdido a calma, pede desculpa, se irrita de novo e é um ciclo que não tem fim.

Com a sua experiência, que conselho você dá as futuras mamães? O único conselho que consigo dar é que sigam seu coração. A gente ouve muitos palpites, certos e errados. Ninguém nasce sabendo ser mãe, mas na hora do aperto você vai saber o que fazer.

Comente no Facebook

Comente no blog

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Comentário:Entrevista: Mãe tipo eu, Lorena Magno Flores

  1. Renata Alvim

    Adorei conhecer a mãe do João pelas ótimas perguntas, já há vi pessoalmente na escola dos nossas filhos e eu achei ela simpática é muito bonita!! Pontos em comuns pelo fato de sermos novas e ficar grávida no meio da faculdade o que normalmente não era planejada!!! Super legal a entrevista!!! Beijos

    • Bruna Knijnik

      Oi Renata, seja bem vinda por aqui 🙂
      Obrigada pelo comentário e espero te encontrar mais vezes no Mãe Tipo Eu!
      Beijos

Posts relacionados com esta matéria