Entrevista: Mãe Tipo Eu, Joana Graeff Martins

10 fevereiro, 2015
por:

A nossa entrevistada de hoje é a Joana, minha amiga de Porto Alegre que também mora aqui em São Paulo. A Jô foi estagiária do meu pai :), tem 37 anos, é advogada, casada e tem 2 pitocos lindos: O Eduardo (3 anos) e a Elena (1 ano e 4 meses). A entrevista dela está muito prática e gostosa de ler e ela ainda compartilha conosco um susto que teve quando o Edu era bebê.

Joana linda com os pitocos, Eduardo e Elena

Joana linda com os pitocos, Eduardo e Elena

Como foi a escolha dos nomes? Ambos nomes que fossem escritos e falados do mesmo modo em português e espanhol. Eduardo e Elena (sem ‘H’).

Quem foi a primeira pessoa param quem você contou que estava grávida? Fez alguma surpresa? Ao meu marido, Oscar. Não tinha surpresa, estávamos tentando e torcendo a cada mês para eu engravidar.

Que cuidados que você teve durante as gravidezes e que produto recomendas? Minhas duas gestações foram muito difíceis, porque tive enjoos horrorosos. Não me exercitei em nenhuma delas. Na primeira, sequer conseguia sentir cheiro de creme e interrompi as massagens que fazia antes de engravidar. Tomei polivitamínico e ômega 3 pouquíssimos dias: a azia era insuportável. Na segunda, apesar de me sentir pior e vomitar mais, até que consegui manter as drenagens (e curiosamente, foi a que eu mais inchei, inclusive no pós parto). No final de ambas as gestações, conseguia usar diariamente o creme “ Palmer’s Cocoa Butter” na barriga, que recomendo. Não tive estrias.

O blog é fã deste creme, também usei!

O blog é fã deste creme, também usei!

Onde você fez o enxoval? Que item você considerou indispensável e qual se arrependeu de ter comprado? Alguma dica importante? Parte dele na Buy Buy Baby em NY, parte na Casa Enfeitada em Porto Alegre (loja da Alicia), parte herdei das amigas. Itens da Carters, como bodies brancos e protetores de trocador, fundamentais. Nunca usei aquecedor de mamadeira, está intacto até hoje, nunca esquentei o leite das crianças (o que é uma super facilidade).

Qual o modelo de carrinho que você comprou? Estás Satisfeita? Comprei e usei até mês passado o Peg Pérego (carrinho e cadeirinha). Carrinho meio grandalhão de transportar, mas bom para acomodar o bebê pela casa toda, como num moisés. Cadeirinha me parecia incômoda, muito “apertada” e fechada, e as crianças passavam muito calor.

Quais os cuidados que você teve durante o período de amamentação? Todos os cuidados do mundo! Amamentei o Edu por 10 meses e Elena por 8. Usei tubos de lansinoh, que recomendo muitíssimo. Com Elena foi pior, fazia banhos de luz 5 vezes por dia, pulava algumas mamadas para os seios recuperarem, extraía o leite e dava em mamadeira (com furo bem fininho…), até engrenar. Em ambas tive ajuda de enfermeiras especialistas nessa época inicial, que foi bem difícil. Não bebia álcool, era super atenta à alimentação, e tomava litros e litros de água.

Creme para rachadura nos seios, ótimo!

Creme para rachadura nos seios, ótimo!

Como foi o período pós- parto? O que achou mais complicado? A amamentação, no início, me pareceu o mais complicado. Depois engrena e é um momento bem gostoso.

Como foi a montagem dos quartos? Você teve alguma ajuda? Como é a decoração, usou algum tema? O quarto do Eduardo foi todo de ovelhinhas, bege e branco, eu não queria o tradicional azul. O da Elena (que era o do Edu) é todo rosa (!), mas não tem um tema específico, apenas um desenho de flores que parecem corações. Ou corações que parecem flores. Em ambos tive ajuda de arquitetos.

O que você achou mais fácil e mais difícil do que imaginava? As gestações, para mim, são muito difíceis. Passar 9 meses enjoando e vomitando é muito duro. Depois dos partos, minha alegria era imensa, por ter as crianças saudáveis, e também por voltar a me sentir bem.

Como você é no papel de mãe? Age como imaginava? Muita coisa mudou? Sou muito amorosa com as crianças, e rigorosa com a disciplina das atividades e horários deles. Sou muito controladora também (nenhuma novidade nisto..kkkk). A mudança da vida é enorme quando do nascimento do primeiro filho, mas agora, Elena com 1 ano e 4 meses, estamos completamente adaptados e felizes!

Como é o seu marido como pai? Ele ajuda nos cuidados com os bebês? Ajuda pouco nos cuidados, mas muito na convivência, em dividir todas as responsabilidades comigo, em levar à escola, nas brincadeiras com Edu…é um baita pai.

Quanto tempo você ficou de licença maternidade e como foi a volta ao trabalho? 5 meses de licença para cada um. A volta foi tranquila…ao final dos 5 meses, eu já sentia falta de sair de casa, de me arrumar, de me envolver com assuntos do trabalho.

Sentiu que deveria ter aproveitado mais algum momento? Algum momento marcante? Quando paro para pensar, sempre dá saudades deles bebezinhos, e assusta a rapidez com que o tempo passou. Mas eu curti bastante… O mais marcante (e doloroso) foi a cirurgia que Edu teve de fazer com 8 meses de vida. Ele teve um teratoma de mediastino, diagnosticado após uma crise de insuficiência respiratória séria..foi duro..mas já passou!

Você costuma buscar dicas e informações na internet? Do que sente falta? Busco tudo na internet! Tudo que acontece com eles, em cada fase, eu procuro entender se é normal, adequado para a idade, e quais os próximos passos. Investigo profissionais que me recomendam, dicas para as festinhas, remédios, leites.. Mas não conhecia um lugar bem completo, sério e seguro…até conhecer o “Mãe tipo Eu”! (Fofa)

Descreva um dia de vocês (a rotina): Oscar acorda cedo, acorda o Edu (isso quando ele não acordou sozinho, ele acorda sempre cedo), veste o Edu e os 2 vão tomar café. Às vezes eu vou junto com eles. Oscar leva Edu pra escola e eu espero a Elena acordar. A gorda é dorminhoca…acorda por volta das 9:30-10hs. Aí ela e eu tomamos o nosso café, ela toma leite e come fruta. Eu vou trabalhar depois do nosso café e Elena fica brincando com a babá, descem no prédio, vão até o parque perto de casa, até a casa de uma amiga vizinha. Elena almoça às 12hs e por volta das 13hs faz uma soneca (de até 2 horas). Edu chega da escola às 15hs, às vezes dorme, e tem atividades várias no final da tarde ao longo da semana: natação, aulas de espanhol, de pônei e de música, tem também fonoaudióloga. Elena vai com a babá levar o Edu quando a atividade é fora de casa. Eles jantam por volta das 18:30-18:45. Eu volto pra casa por volta das 19hs, dou banho na Elena e ponho os dois para dormir: Elena às 19:30 e Edu às 20:30. Oscar consegue chegar e colocar Edu para dormir algumas vezes.

O que fazem para se divertir? Como é o seu tempo com eles? Quais os programas que vocês mais gostam de fazer? Fazemos muitas coisas! A gente adora ir à praia nos finais de semana: fazer castelos e bolos de areia, pular ondas, correr a praia inteira, pular muitas e muitas vezes na piscina…esses são os nossos programas preferidos!

Como você gosta de vestir os dois? Qual o estilo? Quais lojas gostas? O estilo é clássico…aqui no Brasil dizem que é careta. Como o Oscar é espanhol, a gente compra quase tudo na Espanha, e o estilo das crianças lá é esse mesmo: tradicional, clássico e, sim, careta. Lá em Madri tem lojas muito bacanas… La Oca Loca, Nanos, Bodoques, Gocco, Neck. Minha mãe também sempre compra coisinhas pra eles em Porto Alegre. Adoramos a loja Meny Doggy.

Comemorações. Já fizeram? Pretendem fazer? Algum Tema? Fizemos em todos os aniversários sim. 1º ano do Eduardo foi Cocoricó, 2º ano foi Barney, 3º ano foi Toy Story. 1º da Elena não teve tema..mas decorei a casa com bonecas e cerejinhas em tons de vermelho e azul turquesa.

Como imagina que será a personalidade deles e que valores que você considera essenciais e quer passar eles? Eduardo é um pouco tímido, dócil, um pouco manhoso, obediente… Elena parece mais briguenta, às vezes irritada, mas não é manhosa. Os dois são super carinhosos. O maior valor que a gente quer transmitir é o respeito.

O Edu e a Elena já estão na escolinha? Como foi a escolha da escola? Edu está sim. Elena começa em fevereiro. Visitamos 4 escolas que nos foram recomendadas, todas com ensino em inglês, e optamos por aquela que era a mais parecida com nossas escolas de pequenos: simples, relativamente pequena e perto de casa.

Você vive o dilema da maioria das mulheres modernas: é mãe, esposa, dona de casa e profissional. Como consegue conciliar tudo isso? Com a ajuda de muita gente, dos profissionais de casa e do trabalho. É muito bom estar rodeada de gente competente!!

Pretende ter mais filhos? Não.

Com a sua experiência, que conselho você dá as futuras mamães? As crianças adoram ter disciplina, que é equivalente à segurança. Implemente sempre horários e rotinas, desde a chegada da maternidade. Seus filhos vão agradecer.

Jô, muito, muito obrigada pela sua paciência e dedicação. Eu amei a entrevista, super madura e esclarecedora e com muitas boas dicas sobre o nosso universo! Beijocas na sua família linda!

 

Comente no Facebook

Comente no blog

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Comentário:Entrevista: Mãe Tipo Eu, Joana Graeff Martins

  1. Joana

    Eu que ameeeeei!!! Obrigada, Blu! E muitos parabéns por tamanho gás e dedicação!!

    • Bruna Knijnik

      Fofaaaaaaaaaaaaaa, fiquei tão feliz com a tua participação e muito prestigiada em te ter como leitora do blog 🙂 Beijocas

Posts relacionados com esta matéria