Entrevista: Mãe tipo eu, Amanda Pinheiro

28 julho, 2015
por:

A nossa entrevistada de hoje é a Amanda, mãe do queridíssimo Bernardo, executiva do mercado financeiro e idealizadora do Instagram @amulherreal, que é muito bacana! A Amanda já compartilhou conosco a festa de 3 anos do Bê, e agora, divide palavras de sabedoria e muitas dicas de como se desdobrar em todos os papeis que a maternidade moderna exige!

Entrevista_Amanda_Pinheiro-Mae_Tipo_eu-9

 

Idade e Profissão: 32 anos, Administradora.

Mãe do: Bernardo, 3 anos.

Como foi a escolha do nome? A escolha do nome do Bernardo foi espiritual, muito especial. Sempre tive o sonho de ser mãe e alguns meses antes de engravidar tive vários “avisos” de que meu filho estava vindo. Primeiro um amigo que na virada do ano me disse que Deus havia falado com ele através de um sonho para me dar um aviso, de que uma grande benção, muita luz estaria vindo para minha vida no próximo ano. Depois, outra amiga que eu não via há bastante tempo me relatou um sonho muito real: estava vindo para São Paulo visitar meu filho que havia nascido, o Bernardo (nome que eu sempre gostei dentre vários outros, mas nunca havia comentado com ninguém). Então, quando eu descobri que estava grávida, dois meses depois, eu não tive dúvidas, sabia que seria menino e sabia que era o Bernardo.

Quem foi a primeira pessoa para quem você contou que estava grávida? Fez alguma surpresa? Nossa, eu descobri que estava grávida no meio de um processo de entrevistas para um novo emprego. Minha menstruação sempre foi muito irregular, ciclos de 45 dias, então eu nunca me preocupava muito quando atrasava. A entrevista final estava marcada com minha chefe já para definir salário e início na empresa e a menstruação não vinha. Decidi fazer o exame de urina 1 dia antes, deu negativo (uma segunda linha bem discreta apareceu, mas parecia mesmo negativo). Como meu antigo trabalho era na BR Malls (administradora de shoppings centers), e no shopping que eu estava tinha laboratório, decidi ir lá e fazer o exame de sangue, cujo resultado sairia no dia seguinte às 10:00. Como minha entrevista estava marcada para as 09:00, me preocupei que não teria o resultado em mãos. Fiz mais um exame de urina, negativo mais uma vez. Às 23h desse mesmo dia, recebo uma mensagem alterando a entrevista para o horário do almoço. Logo, eu teria o resultado final em mãos. Fiquei aliviada. No dia seguinte acordei, tomei banho e por volta de 09:30 fui ver se tinha saído o resultado. Tinha!!! Abri sozinha o resultado em casa e comecei a chorar e agradecer muito à Deus ao ver o resultado positivo. Mal podia conter a emoção e ansiedade. Liguei para meu marido e minha mãe contando a novidade inesperada, pois nós não estávamos efetivamente tentando, apesar do desejo de sermos pais. Foi uma grande emoção. Mas e a entrevista? Eu tinha que contar né? Minha atual chefe foi literalmente a terceira pessoa a saber. Antes de falar dos detalhes da vaga, eu contei a ela a descoberta que acabará de ter. Eu estava grávida. Claro que ela ficou um pouco assustada e o papo mudou de carreira para filhos (ela é mãe de três). Eu a deixei bem confortável para voltar a trás da contratação caso quisesse, mas afirmei que do meu lado nada havia mudado. Dois dias depois veio a confirmação do lado dela, a vaga era minha, mesmo grávida.

Rodrigo e Amanda, com o Bê na barriga!

Rodrigo e Amanda, com o Bê na barriga!

Que cuidados que você teve durante a gravidez e recomenda? Minha gravidez foi muito tranquila. Fiz ioga para gestantes na Casa Moara que também ajuda a preparar para o parto normal, que era o que eu queria. Também fiz drenagem linfática a partir do terceiro mês até o final. Durante a gravidez usei o creme anti-estrias da Mustela. Eu passava muito creme na barriga pontuda mas acho que esqueci das laterais da barriga, os famosos flancos, pois fiquei com algumas estrias nessa região. Meninas, não esqueçam do creme nos flancos! rsrs

Creme Mustela para Estrias

Creme Mustela para Estrias

Onde você fez o enxoval? O que foi indispensável e o que se arrependeu de ter comprado? Fiz o enxoval em Miami e amei! Comprei carrinho, máquina de extrair leite, babá eletrônica, bebê conforto, roupinha até 1 ano e meio, mamadeiras, chupetas e afins. Eu sou bem racional, então, recebi de amigas aquelas listas gigantescas com 50 mil itens e não comprei tudo não. Usei o bom senso! Roupas, principalmente, cortei pela metade o que as intermináveis listas pediam. Até porque ganhei muitos presentes da família e dos amigos. Uma coisa que é a maior besteira são aqueles aquecedores de mamadeira. Nunca usei!

Qual o modelo de carrinho que você comprou? Ficou Satisfeita? Comprei o Quinny. Eu gosto bastante, mas não para recém-nascido. Eu devia ter comprado o moisés que adapta no Quinny. Não comprei. Fez falta!

Carrinho Quinny

Carrinho Quinny

Como foi o período pós-parto e quais os cuidados que você teve durante a amamentação? O período pós-parto foi cheio de emoções. Eu que sempre fui super feliz, animada, otimista, passei o primeiro mês com as emoções bem a flor da pele. Chorava por tudo, as vezes ficava até meio triste, mas ao mesmo tempo imensamente feliz por realizar meu sonho, por ter dado a luz à um filho lindo e cheio de saúde. Acho importante deixar a mensagem para as mamães de que é normal se sentir diferente do esperado quando o bebê nasce, pois a carga de hormônios é muito grande. Mas garanto que tudo se ajeita com o tempo!

Como foi a montagem do quarto? Você teve alguma ajuda? Como é a decoração (tem tema)? Como Bernardo significa “Urso Forte”, o tema do primeiro quarto dele foi de ursos, nos tons de branco, bege e azul. Quando ele fez 1 ano e meio nós nos mudamos, e com isso ele ganhou um novo quarto de menino com o tema “meios de transporte”, que é sua paixão. Minha sogra é arquiteta, então ela fez os projetos dos dois quartos do Bernardo. Ter ajuda de um profissional é super importante para aproveitar melhor os espaços com criatividade e praticidade.

 

Primeiro Quarto, tema Ursos

Primeiro Quarto, tema Ursos

Quarto atual, tema transportes. Não é demais???

Quarto atual, tema transportes. Não é demais???

O que você achou mais fácil e mais difícil do que imaginava? O pós-parto foi muito mais fácil do que imaginava. Eu queria parto normal mas não tive dilatação suficiente então tivemos que partir para a cesárea. Todo mundo falava das dores e desconforto após a cesárea, mas no terceiro dia eu já estava agachando… Eu sou bem forte pra dor, mas mesmo assim me surpreendi positivamente. Amamentar também foi mais fácil do que eu imaginava. Muitas mamães relatam dores e feridas. Não tive nada disso, só prazer, apesar do leite ter diminuído muito no segundo mês e dai tivemos que começar a complementar. O mais difícil acho que é a educação do filho propriamente dita, até onde impor limites e ceder. Lembro que quando eu não era mãe, às vezes criticava a mãe de alguma criança birrenta achando que isso era falta de pulso ou limite, mas hoje eu sei, que educar um filho é MUITO mais complicado do que parece de fora.

Como você é no papel de mãe? Age como imaginava? Muita coisa mudou? Acho que sou como imaginava sim, sou muito carinhosa e me desdobro em 1000 por ele. Por trabalhar fora, tinha medo de chegar em casa muito cansada para cuidar dele, mas nosso corpo é tão incrível, que por mais cansada que esteja, é só pisar em casa que eu recebo toda carga de energia necessária para me dedicar integralmente a ele.

Entrevista_Amanda_Pinheiro-Mae_Tipo_eu-8

Como é o seu marido como pai? Maravilhoso, melhor que o esperado! Rodrigo é super presente e participativo. Não temos ajuda de ninguém no final de semana, então, somos muito companheiros em partilhar as atividades com o Bernardo durante esse período. Eles brincam muito de correr, pique-esconde, carrinhos e aquelas brincadeiras de segurar pelas pernas que eu detesto que faça mas eles fazem! rsrsrs

Família linda!

Família linda!

Quanto tempo você ficou de licença maternidade e como foi a volta ao trabalho? Fiquei de licença por 4 meses, o que foi muito importante para me dedicar integralmente ao meu bebê e à amamentação. No final da licença eu confesso que já estava um pouco cansada de ficar em casa o dia todo de camisola, sem ver gente, sem conversar, sem produzir nada. Sou muito ativa, muito independente. Claro que o sonho seria aquele part-time job, isso seria perfeito, mas não é realidade no Brasil, pelo menos na minha carreira. Apesar de trabalhar fora, tenho bastante equilíbrio com minhas atividades. A mensagem é que com equilíbrio e bom senso conseguimos conciliar tudo.

Sentiu que deveria ter aproveitado mais algum momento? Algum acontecimento marcante? Acho que aproveitei e curti tudo da maternidade desde a gravidez. A única reclamação é que o tempo voa e meu bebêzinho virou um menino de 3 anos em um piscar de olhos. Bernardo me dá muitas alegrias e cada vitória dele me emociona muito. Ele tem um atraso de linguagem, então, cada palavra nova que ele fala, quando falou a primeira frase, tudo isso, me toca muito. Lembro da emoção que senti quando a professora mandou escrito na agenda que ele havia respondido corretamente a pergunta dela: “Bernardo me fala uma cor que tinha na música do gato pintado”, e Bernardo falou: “Azul”. Foi muito emocionante!

Você costuma buscar dicas e informações na internet? Do que sente falta? Sim, sou viciada no google de uma forma geral e na gravidez usei muito o site Baby Center para ver a evolução do bebê. No instagram também sigo alguns perfis como o “Mãe tipo eu” e a “De mãe para mamãe“. Como gosto de montar as festas do Bernardo, também busco muitas referências em sites de decoração de festa infantil para me inspirar.

Descreva um dia de vocês (a rotina): Durante a semana, acordamos, eu o arrumo, ele vai pra escola e eu vou para academia. Depois vou para o trabalho. O Bê volta da escola e após o almoço, o pego em casa e levo para alguma atividade como fonoaudióloga, cortar cabelo, médico. Depois, o deixo em casa e volto para o trabalho. Então, ele dorme cerca de 1 hora e meia, acorda, faz natação ou desce pro play para brincar com amigos do prédio. Depois ele sobe, toma banho e janta, essa é a hora que chego em casa, então, a babá vai embora e nós ficamos brincando, depois lanchamos juntos e esperamos o papai chegar em casa para dormir. Já no final de semana, não tem rotina, procuro sempre um estímulo diferente para ele como teatro, cinema, parque, andar de bicicleta, viagens.

O que fazem para se divertir? Quais os programas que vocês mais gostam de fazer? Em família gostamos muito de andar de bicicleta. O Bernardo adora ir à praia, brincar de correr e brincar com os carrinhos McQueen. Eu também gosto muito de levar ele ao teatro e cinema.

Passeio de bike em família

Passeio de bike em família

Como você gosta de vestir seu filho? Quais suas lojas preferidas? Antigamente eu que definia tudo que ele ia usar e gostava de vestir ele bem moderno, estiloso. Mas atualmente ele não aceita com tanta frequência o que proponho! E acho importante ele ter opinião própria com suas roupas, então incentivo. Normalmente ofereço umas 3 opções de camisetas e ele sempre escolhe aquela que tem algum personagem que ele goste. No Brasil gosto da Zara e da Cocar Baby (online), e também, sempre que viajamos trazemos roupa pra ele.

Comemorações. Já fizeram? Algum Tema? Sim, eu amo comemorar! Fizemos chá de bebê, festinha de batizado, 1 Ano (Tema Nemo), 2 Anos (Tema Fazendinha) e 3 anos. Às vezes falo que no próximo ano faremos só um bolinho mas não me aguento, sempre fica maior do que planejado inicialmente. E junto com minha família eu planejo, compro itens para decorar, fecho com os fornecedores, tenho as ideias…

Festa de 1 ano - Tema Nemo

Festa de 1 ano – Tema Nemo

Festa 1 ano

Festa Tema Fazendinha

Que valores você considera essenciais e quer passar ao seu filho? Desde a barriga eu falava pro Bernardo como uma mantra que tudo que queria pra ele é que fosse um homem de bem. E isso abrange muitos valores como doçura, honestidade e generosidade. É isso que pretendo ensinar para ele dia a dia através de exemplos e atitudes.

Seu filho já está na escolinha? Como foi a escolha da escola? Bernardo vai pra escola desde 1 ano e meio e por enquanto vai para uma escola de bairro que gostamos muito. A adaptação dele foi bem tranquila e ele curte muito a escola e os amigos.

Você vive o dilema da maioria das mulheres modernas: É mãe, esposa, dona de casa e profissional. Como consegue conciliar tudo isso? Com planejamento e equilíbrio e foi por isso que eu criei o instagram @amulherreal. Minhas amigas sempre me perguntavam como eu conseguia dar conta de tudo, como eu me dividia. Na verdade meu lema é saber aproveitar o tempo com sabedoria, então, a hora do almoço é a grande aliada. Uso e abuso dela. Nos dias em que levo Bernardo na fono, eu almoço na sala de espera minha marmita enquanto o aguardo, e assim vai, uso todo e qualquer tempo disponível da melhor forma possível. Outro ponto que é importante falar é que acho que um grande erro depois que viramos mães, esquecer que também somos esposas. Então, acho muito saudável separar um tempinho, uma vez por semana, para fazer uma programação só com o marido. E você nem precisa sair de casa. Muitas vezes, depois que Bernardo vai dormir, nós vemos uma série juntos, tomamos um vinho, conversamos. Isso é essencial e mantém o elo do casal. Outra dica que sempre dou na @amulherreal é usar e abusar das compras online. Faço supermercado, compro utensílios para casa e até roupas, tudo online! Qualquer loja hoje em dia entrega em casa.

Pretende ter mais filhos? Sim, pretendo ter pelo menos mais um filho.

Revele alguma coisa que ninguém conta sobre a maternidade e dê um conselho às futuras mamães? A gravidez é um momento mágico. Nutrir e gerar uma vida é uma benção de Deus. Então, aproveite muito a gravidez, se cuide, se alimente bem, faça coisas por você e se prepare para receber seu bebê. Não ache que por estar grávida, precisa comer por dois ou aproveitar para comer tudo que tem vontade. Isso é um mito, seu bebê só precisa receber os nutrientes certos: muitos legumes, verduras, frutas e proteína. Lembre-se que quanto mais engordar, mais difícil será para voltar a forma depois. Essa é uma dica preciosa. E lembre-se que os primeiros meses são de muito trabalho e pouco sono, mas logo passa. Cada descoberta, cada fase, tudo é tão mágico. Aproveite cada momento e seja feliz!

Amanda, simplesmente amei sua entrevista! Obrigada por todas as palavras!

Comente no Facebook

Comente no blog

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados com esta matéria