Reciclando!

27 outubro, 2017
por:

Hoje vim contar uma prática que estou adorando aqui nos Estados Unidos, a “reciclagem” de brinquedos e outros itens. Vou explicar melhor. Já contei sobre o brechó infantil que é o máximo, adoro ir lá vender as peças que os meninos não usam mais e adquirir brinquedos e livros praticamente novos a preços baixíssimos. Claro que quando vendemos a eles, o pagamento é pouco, mas melhor do que nada, não é? A gente começa a ficar muito pão dura quando vem morar aqui… A valorização de cada dólar é bem diferente…

Bom, mas o que eu vim contar mesmo é sobre o BULK. Se buscarmos a real tradução encontraremos volume, massa, carga… Não sei se tem em outras cidades e estados, mas aqui em Weston, onde moramos, a cada 3 meses passa o Bulk e é quando as pessoas se desfazem de grandes objetos e móveis que não querem mais. O caminhão começa a passar pela manhã e na tarde anterior, os moradores já começam a colocar suas quinquilharias para fora. Aí é a parte legal, todo mundo começa a passear pelo condomínio em busca de achados, rs, e vai levando o que lhes interessa.

As casas ficam assim no dia:

Normalmente, se você precisa remover itens grandes da sua casa que não são coletados no lixo normal, você precisa pagar. No caso do bulk, é um serviço gratuito da prefeitura. O que mais vejo são os seguintes itens: churrasqueiras a gás, esteiras, colchões, sofás, outros tipos de móveis e muitos brinquedos. Sim, brinquedos e em ótimas condições! Vejam só o que eu “adquiri” no último bulk: Anzol de pesca para criança, carrinho elétrico (está sem bateria, mas compro na Amazon por apenas U$20,00), Bancada de ferramentas Little Tikes novinha, mesinha de madeira Ikea, motoca e gangorra.

Reciclagem

Este era meu carro no dia

Reciclagem

“Novos” Brinquedos

Uma pessoa debochou sobre os vizinhos que “catam seus lixos” no grupo do Facebook da cidade e foi bombardeada! Um outro membro falou uma frase que adorei: “One man’s trash is another man’s treasure” (O lixo de um homem pode ser o tesouro do outro). Se as coisas estão e ótimas condições, porque comprar se você pode “ganhar”? Eu adoro e defendo estas coletas, ajudamos na sustentabilidade, economizamos, ajudamos o outro e ainda ensinamos aos nossos filhos sobre todos estes temas.

E vocês? Topariam pegar coisas legais no lixão?

Comente no Facebook

Comente no blog

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados com esta matéria