por: Ana

Sobre fardo

17 novembro, 2017
por:

Por Ana Coutinho   Eu assistia uma amiga ao telefone com o marido, e eles começaram a se desentender sobre uma quarta-feira. – Mas custa, você ficar com eles só na quarta à tarde? – Ela dizia. Ele, provavelmente dizia que não daria e ela seguia: -Eu fico todos os dias com as crianças, voce…

ver mais

Quando a platéia está vazia

20 outubro, 2017
por:

Por Ana Coutinho   Eu sempre achei que a vida tinha mesmo essa coisa de um grande espetáculo. Uma peça teatral. Estrelando, você mesma. A gente se une a pessoas, que, ora são parte do show, ora assistem à sua performance. De uma maneira ou de outra, precisamos de espectadores. Precisamos que nos vejam, nos…

ver mais

Como são as escolas públicas americanas?

22 setembro, 2017
por:

As escolas públicas aqui, na Flórida, são totalmente gratuitas para crianças a partir dos cinco anos. Não pagar nada pela escola é excelente, mas o funcionamento e a educação em si, são completamente diferentes das que vivíamos no Brasil, e isso foi uma das minhas maiores dificuldades. As regras são muitas e, inicialmente, pouco claras….

ver mais

Démodé

24 agosto, 2017
por:

Vou num aniversário com as crianças. Visto um macacão jeans, meio colorido, um pouco curto, sandália e camiseta. Quando chego, uma amiga querida diz que estou parecendo uma adolescente. Tremo: “Exagerei?”- Respondo, sem-graça. “Não! Tá bonita!” Ela diz, explicando que era um elogio. Eu jurava que era uma crítica, porque, de fato, fiquei na dúvida…

ver mais

O clube das que erram

27 julho, 2017
por:

Eu estava no escritório, sentada na minha mesa de trabalho, quando um colega liga:  -Ana, a gente tinha uma reunião agora, você não vai entrar? – eu tomo um susto. Tínhamos? Não tem nada na minha agenda, penso, já me endireitando na cadeira. -Estou te esperando aqui na sala 2 – ele continua, muito seguro….

ver mais

De aceitação, peitos e medos

29 junho, 2017
por:

Eu devia ter menos de cinco anos quando me iniciaram na função materna. E uns 6 quando me estabeleci nela, de vez. Andando de um lado para o outro com uma boneca loira, eu exercitava as competências para ser mãe. E eu o fazia com alegria e afeto mas, ainda que tivessem me dado essa…

ver mais